Monday, December 01, 2008

Os Pensamentos dos Postais

Deambulava pela net e encontrei este concurso magnífico do Pedro Aniceto para
"O Pior Postal do Verão"
Vale a pena ir lá para ver o riquíssimo espólio..

Lá estavam as seguintes MAS inadjectiváveis composições, que me permito comentar...

têm em comum o facto de serem fruto de sistemas de pensamento que hoje são quase irreconhecíveis...

I)
É a modéstia, ou prudência que choca... mas que, curiosamente, parece bem mais adequado do que qualquer certeza ao pior estilo de um "será eterno e invencível"...

II)Este confesso que, possivelmente por falta de inteligência (minha), não consigo discernir o que estará na raiz do pensamento apresentado... são apenas e só teorias que se me afiguram: a) contra a violência doméstica (?); b) Quem decide passar frio pode esperar por flores e frutos (?); c) Apologia da Fecundidade através da Virgindade (?)...

III)
Esqueça-se a possível ilustração da frase pela imagem... esqueça-se a possibilidade de se sofrer a horas nocturnas, aqui, segundo julgo, há um desejo de sofrimento, uma espécie de antípodas de uns quaiquer votos de boas festas, com a ressalva de que o Sol brilhará sempre... seja, que soframos mas que saibamos que o Sol brilha SEMPRE por cima de qualquer dor...


IV)

Ora, se o postal I pontuava pela prudência, este deixará qualquer Schopenhauer de vão de escada a cantar as janeiras (vêem como já consigo entrar no espírito!!)... Aqui, apela-se à união incondicional sob pena de qualquer falha ter resultado fatal... Não! Será a própria união (suponho que de 2 pessoas) que se pode perder irreversívelmente se abandonar o seu caminho... Calculo que haja aqui o mesmo puritanismo que aconselha a não perder a cabeça sob pena de jamais voltar a ser digno do abrigo do amor (e não é que lhe estou mesmo a apanhar o jeito!!)... Credo, mas tamanho fatalismo só pode ser oriundo de uma mente tão desejosa da desgraça como de lágrimas no rosto amado (e não é que já me começam a sair de forma involuntária!!). Uma última consideração sobre este postal: não há mapa nem GPS que nos safe... nada. Se nos perdermos, perdemo-nos...

1 comment:

Gingerbread Girl said...

LOOOOOOOOOOOOOOOL

Parti-me a rir!!! =D

Figurativamente falando... claro.