Tuesday, September 25, 2007

...


Pedaço de Mim
Chico Buarque

Oh, pedaço de mim
Oh, metade afastada de mim
Leva o teu olhar
Que a saudade é o pior tormento
É pior do que o esquecimento
É pior do que se entrevar

Oh, pedaço de mim
Oh, metade exilada de mim
Leva os teus sinais
Que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco
E evita atracar no cais

Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim
Leva o vulto teu
Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
Do filho que já morreu

Oh, pedaço de mim
Oh, metade amputada de mim
Leva o que há de ti
Que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada
No membro que já perdi

Oh, pedaço de mim
Oh, metade adorada de mim
Leva os olhos meus
Que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
A mortalha do amor
Adeus


4 comments:

Paulo said...

Que sensacional fotografia!

meldevespas said...

Que poeta, este Chico Buarque!
E este pedaço de mim, é uma coisa que nos fica marcado na alma como um ferro. É absolutamente lindo!

Paulo said...

Olá!
Gostaria que aceitasses este desafio. Se quiseres participar, é só deixar um comentário.
Obrigado :)

Douglas said...

acho que [enso a emsa coisa que você pensava quando postou isso.